Conheça os principais estilos de arquitetura de interiores

Tempo de leitura: 7 minutos

arquitetura de interiores moderna
Fonte: Pixabay.

Se você ainda não ouviu falar no termo “arquitetura de interiores”, também valerá a pena ler esse texto para entender mais!

Aqueles que conhecem pouco sobre o universo do mercado imobiliário geralmente costumam pensar que arquitetos cuidam apenas do planejamento da construção de edifícios.

Esse é o motivo pelo qual, inclusive, muitas pessoas confundem arquitetos com engenheiros.

Na realidade, o engenheiro é mais focado na parte técnica das obras, como nos materiais usados e nos cálculos estruturais.

O arquiteto, por sua vez, está mais ligado à parte funcional e estética dos espaços. 

Nesse ponto específico, surge ainda uma confusão entre arquitetos e designers de interiores. 

E mais uma vez vale a pena uma explicação.

O design de interiores é mais voltado ao conforto, estética e decoração de um ambiente. Já a arquitetura lida com isso e também com o exterior (fachadas), o urbanismo e a construção civil.

Não significa que o arquiteto seja “melhor” que o designer de interiores. Significa apenas que os dois têm âmbitos de atuação diferentes.

Bom, agora que já explicamos sobre a atuação da arquitetura no setor da construção civil, podemos chegar ao nosso ponto principal.

O que é, afinal, arquitetura de interiores?

arquitetura de interiores
Fonte: Pexels.

Talvez você não tenha ouvido falar nesse termo antes.

As pessoas estão mais acostumadas a ouvir sobre “design de interiores” e não em “arquitetura de interiores”.

Algumas pessoas consideram como sinônimas estas duas expressões.

Porém, como vimos que o âmbito de atuação de designers e arquitetos não é o mesmo, já sabemos que essa comparação não pode ser feita.

Designers e arquitetos possuem campos de atuação diferenciados.

Mas… Se “arquitetura de interiores” não é o mesmo que “design de interiores”, o que seria, afinal, esse “tipo” de trabalho do arquiteto?

Então, a arquitetura de interiores é muito mais do que simplesmente deixar um espaço bonito.

Não é só decoração, nem também escolher simplesmente o revestimento de um espaço interno. Tampouco se trata apenas de fazer escolhas a respeito do mobiliário. 

E, diferente do que muitas pessoas que buscam, um apartamento barato podem pensar, não tem nada a ver com “luxo”.

A arquitetura de interiores, na realidade, busca, em primeiro lugar, atender às necessidades dos usuários de um espaço interno.

Esta especialidade da arquitetura tem como função, portanto, garantir que até o interior de um apartamento barato possa atender a todas as necessidades de quem for morar lá.

Aspectos de viabilidade financeira, psicológicos, funcionais, de execução, técnicos, de uso, de materiais e de conforto são levados em conta na arquitetura de interiores.

Resumindo, a arquitetura de interiores é praticamente tudo – e mais um pouco.

E quais são, então, os principais estilos de arquitetura de interiores?

Seja pela funcionalidade ou pela estética, cada pessoa tem suas preferências em relação à adequação de um projeto arquitetônico às suas necessidades pessoais.

Para saber o que é melhor para o apartamento que está querendo decorar, conhecer os vários tipos de estilos de arquitetura de interiores existentes é essencial.

Tendências de decoração e estilos arquitetônicos se misturam e se complementam na arquitetura de interiores, o que tornará este aprendizado ainda mais interessante.

Preparado para conhecer os principais estilos? Boa leitura!

Clássico

Originário da arquitetura greco-romana, o estilo clássico recebe influências do renascentismo, do barroquismo e do rococó.

Simetrias harmoniosas, ornamentos rebuscados e linhas elegantes são características marcantes de projetos clássicos de arquitetura de interiores.

Mobília imponente, materiais e peças nobres criam espaços funcionais, glamourosos e com tonalidades sóbrias em projetos clássicos.

Madeiras nobres nos móveis e mármore branco em bancadas e pisos são algumas das principais escolhas do estilo clássico.

Em luminárias e molduras podemos ver o prateado, o dourado e a ferrugem. Arcos, colunas e sancas ornamentadas também são valorizados.

É evidente que tamanha imponência (que mais parece uma obra de arte) exige espaços maiores.

Porém, se o seu apartamento studio não tem tanto espaço assim, vale mesclar o estilo clássico com outros para trazer uma maior funcionalidade ao seu espaço.

Romântico

Considerado uma variação do estilo clássico, o jeito “romântico” de ver um projeto de arquitetura de interiores preza pela intimidade, sendo muito comum em quartos.

(Aqui, vale abrirmos um parênteses: os estilos podem ser combinados! Você pode criar para o seu quarto um projeto romântico e, para a sala, um projeto clássico. Afinal a casa é sua, por que não inovar?).

Há uma grande valorização de estofados brancos, poltronas e camilhas que reafirmam o sentimento de aconchego.

Cores neutras e o floral em estampas e texturas complementam o cenário romântico com uma decoração despretensiosa, valorizando fotos e outras recordações pessoais.

Contemporâneo

A influência do jeito de pensar dos dias de hoje vem de encontro com o estilo clássico ao pensarmos no conceito contemporâneo.

Este estilo surgiu no século passado com o intuito de livrar os ambientes dos excessivos adornos do conceito clássico.

E, ainda, priorizar a relação entre função e estética. Há equilíbrio entre elementos artísticos e tecnológicos, o que valoriza um design mais funcional e arrojado.

O mobiliário apresenta neutralidade nos seus elementos e linhas, além de formas geométricas inovadoras, espaçosas e, geralmente, baixas ou rentes ao chão.

Somem-se a isso materiais lisos como o cimento queimado, o vidro, a madeira, a pedra polida e o inox. 

Tecidos convidativos e leves favorecem o conforto. Cores vibrantes na decoração contrastam entre si, mantendo-se a neutralidade nas texturas e cores das paredes.

A iluminação é um fator muito importante na arquitetura contemporânea de interiores, por criar nuances e valorizar a funcionalidade do espaço.

arquitetura de interiores iluminação

Forros de drywall com luminárias planejadas são muito utilizadas em conceitos contemporâneos também.

Outros estilos igualmente importantes

Além dos estilos clássico, romântico e contemporâneo, também são muito utilizados em arquitetura de interiores os seguintes conceitos:

Minimalista: investe em uma decoração clean e preza pela noção de que “menos é sempre mais”.

arquitetura de interiores minimalista

Rústico: tem como inspiração as casas de campo e busca transmitir aconchego e naturalidade tendo a madeira como base para a mobília, pisos, etc.

arquitetura de interiores rústica

Retrô: recria peças e conceitos com uma visão mais moderna, tendo como principal inspiração o movimento artístico do Pop Art.

High tech: cria ambientes futuristas com alta tecnologia vinda do reaproveitamento energético, da automação e da robótica em busca de praticidade, economia e conforto.

Industrial: há o uso aparente de concreto, tijolos, tubulações, peças metálicas, cimento queimado, madeira de demolição e luminárias industriais.

Provençal: mistura o rústico e o clássico com um toque rural, cores suaves e estampas florais e listradas, copiando o estilo Rocaille, que já foi o preferido da realeza francesa.

Vintage: valoriza peças originais antigas.

arquitetura de interiores vintage

Étnico: perfeito para quem gosta de exibir souvenirs de viagens e elementos que representam culturas e etnias diferentes.

E então, sabia que havia tantos estilos assim de arquitetura de interiores para escolher?!

Artigo produzido por Ricardo Agostinho.

Conheça a Essência Móveis

A Essência Móveis é uma loja de alta decoração, que além de fornecer móveis com um preço justo, também dá dicas para ajudar na decoração de ambientes. Dessa forma, com as dicas e produtos da Essência Móveis, você pode melhorar a estética do seu lar e criar um ambiente agradável.

Para encontrar móveis e outros itens de decoração, acesse nosso site. Se você gostou dessa publicação, no nosso blog você pode encontrar mais conteúdos como esse. Você também pode encontrar conteúdo sobre móveis e designs nas publicações das nossas redes sociais InstagramFacebookPinterest e Youtube.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.