Armários mais funcionais: o segredo da cozinha compacta

Tempo de leitura: 4 minutos

Rate this post

A rotina agitada nas grandes cidades fez crescer o número de pessoas adeptas a um modelo de arquitetura mais compacto, muito mais fácil de manter e ainda confortável.

Isso acabou exigindo uma adaptação das técnicas de design de interiores. E surgiram mais empresas se propondo a realizar projetos sob medida, visando justamente otimizar melhor os espaços dessas moradias, como de cozinha compacta.

Quer saber quais as soluções mais sugeridas pelos lojistas antes de ir às compras? E quer descobrir ideias novas que estão surgindo no mercado e virando tendência? Então, confira o texto a seguir.

Imagem: Elisabete Lemos

Ideias para marcenaria inteligente

Módulos de armários e gavetas com subdivisões diferentes

‘Armário funcional’ é aquele tipo de móvel muito bem projetado e que veio para ter a maior utilidade possível, principalmente pensando no propósito para o qual foi criado.

Ele não só é prático de utilizar, mas também tem muitas formas de uso, ou seja, multifuncional. E isso, dentro de uma cozinha, representa ter módulos com diversas subdivisões que permitam acomodar objetos de vários tamanhos e formatos.

‘Marcenaria inteligente’, assim é chamado um modelo de marcenaria que apresenta um design com soluções prévias que visam facilitar ao máximo a nossa rotina. Olhando de fora, muitas vezes esses detalhes nos são imperceptíveis, mas, ao abrir portas e gavetas, podemos ter as mais incríveis surpresas. Por exemplo:

  • Tábuas de cortar carne embutidas, lixeiras escondidas, diferentes formatos de armazenamento de mantimentos, prateleiras deslizantes, e mais.

E tudo isso só ajuda a valorizar mais e mais a decoração da cozinha de casa – sobretudo se ela é uma cozinha compacta, pensando em sua boa organização.

Imagem: Liliana Zenaro
Imagem 1: Studio Canto Arquitetura / Imagem 2: Liliana Zenaro

Módulos especiais para solucionar cantos da cozinha compacta

Um dos maiores desafios para o design de armários é solucionar os cantos dos ambientes. Graças à tecnologia dos móveis planejados, hoje já é mais fácil bolar soluções que ajudam a otimizar melhor estes espaços em planta baixa de cozinha.

A alternativa mais simples é manter nichos abertos – que, inclusive, podem apresentar ângulos e recortes diferenciados caso, nesse ponto do cômodo, haja shafts ou colunas de água, gás e energia.

Existem outros sistemas para cantos muito mais elaborados. Por exemplo: módulo com frente chanfrada – com possibilidade de encaixe de pia ou cooktop; em L com porta dupla; de canto com prateleira circular giratória; módulo com prateleiras que se projetam para fora; gavetas com frente em formato de V; e bancada sem balcão formando área de mesa.

Imagem: Alce Arquitetura

Cozinhas compactas podem parecer maiores se evitarmos a quebra de continuidade da marcenaria. Mas é claro que isso fica mais difícil quando precisamos instalar tantos aparelhos para fazer esses próprios ambientes funcionarem.

Qual a solução, então? Bem, é tentar ocultar esses elementos através de uma marcenaria planejada, que esconderia geladeiras, lava louças Em outros casos, módulos sob medida podem também criar espaço extra que não se teria para esses equipamentos.

Vamos tomar como exemplo as gavetas para cooktop. Também haveria módulos de armários com porta tipo basculante para acomodar batedeiras, liquidificadores e mais.

Estantes-despensas para cantinhos sem utilidade

Quando usamos módulos de medida padrão para compor ambientes de cozinha, é normal que fiquem, em planta baixa, áreas vazias sem utilidade. Um caso muito ocorrente é entre lateral de geladeiras e paredes. E o que mais se indica fazer em espaços assim, com pouca largura e bastante altura é justamente aproveitar essa verticalidade com um armário de finas prateleiras com prateleiras deslizantes ou aramados para servir de despensa extra.

Imagem 1: Revista Viva Decora / Imagem 2: PAGAMA arquitetura + design

Linhas de marcenaria única para ambientes integrados e cozinha compacta

Cozinhas compactas também são, geralmente, nos dias de hoje, integradas nos projetos com salas de estar e jantar. E se a marcenaria desses ambientes também se integrar ou seguir a mesma linguagem estética e padrão de materiais, a impressão será de que a casa apresenta ambientes mais amplos. Inclusive, em apartamentos pequenos, é possível prever design de móveis que se desdobram em várias funções, servindo a mais de um cômodo ao mesmo tempo.

Imagem: Juliana Matalon

Portas ripadas para esconder aparelhos necessários

Para finalizar, vamos comentar sobre algo que é um problema de arquitetura encontrado não apenas em cozinhas compactas, mas em quase todo o tipo de cozinha.

É o caso dos ambientes que possuem equipamentos de serviços essenciais para casa, mas que costumam, por seu formato geral, “enfeiar” as decorações.

Um exemplo são os aquecedores de água. Podemos “escondê-los” em armários com frentes ripadas. Isso é necessário, pois o seu sistema precisa ser ventilado, já que é também alimentado por gás.

Essa é uma boa forma de deixar mais bonitos os cenários de cozinhas, lavanderias e varandas – onde esse tipo de aparelho é geralmente instalado, mas assegurando a renovação do ar local de forma contínua.

Imagem: Moldar Interiores

Que achou dessas ideias? Experimente, sua cozinha vai ficar ainda mais bonita!

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.